sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Alterações no corpo humano decorrente do exercício físico

Estudar o exercício físico ou a ginástica ou a caminhada é mergulhar na fisiologia humana para entender o que ocorre no nosso corpo humano durante a prática do exercício físico e quais são as alterações do treinamento ao longo do tempo.

É nesse momento que a Educação Física vai buscar na biologia o conhecimento do corpo humano, para tentar explicar as práticas corporais e os efeitos dos treinamentos para emagrecer ou ganhar massa magra.

Uma questão do ENEM de 2012, trouxe estes apontamentos dos efeitos do exercício físico, a ventilação pulmonar, circulação sanguinea e o metabolismo de energia, da qual, estão interligados durante o exercício físico e melhoram com o treinamento contínuo e duradouro.
A partir dos efeitos fisiologicos do exercício físico no organismo  apresentados na figura acima, são adaptações benéficas à saúde de um indivíduo?

Você sabe a resposta? 

Você sabe explicar fisiologicamente o que ocorre no nosso organismo? 

A resposta é a diminuição da frenquencia cardíaca em repouso e o aumento da oxigenação.

E aí, entendeu????? 

Vamos entender melhor!

A prática de exercício físico acarreta uma melhora na condição física do organismo ao longo das práticas corporais, tais como caminhada, ginástica, ciclismo, natação, entre outros, pois estimula o músculo do coração, tornando-o mais forte, maior e mais eficiente em transportar o oxigênio. Para este transporte ser mais eficiente o corpo cria novos caminhos de transporte, com novas micro veias, que faz chegar mais oxigênio no músculo. Com isso quando esse organismo ficar em repouso, o coração irá bombear mais sangue com menos batimentos, pois a força do músculo será maior do que a quantidade de batimentos. Levando a uma redução da frequencia cardíaca, e em consequência, haverá mais passagem do sangue pelos pulmões, aumentando a oxigenação do sangue. 

Agora que você quer saber mais sobre o que ocorre no corpo humano durante o exercício físico e seus efeitos com o treinamento, assista este vídeo e pesquise mais sobre o tema e não fique no senso comum ou ir pela opinião dos outros.
Refetencial: 
Educação. ENEM 2012, questão 96. Disponível em:<http://educacao.globo.com/provas/enem-2012/questoes/96.html>. Acessado em 08 de setembro de 2017.
Os impactos das fibras musculares no treino. Responsabilidade de Autoridade Fitness, 2016. Duração de 4m00s. Disponível em:<https://youtu.be/0GKgxl2mMSk>. Acessado no dia 08 de setembro de 2017. 

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Alongamento ou aquecimento? O que vai ser.

Para saber a resposta correta devemos sempre dúvidar, questionar, ler muitas referências científicas ou não, perguntar, pensar por conta própria para depois formar uma opinião sobre o assunto. Mas mesmo depois, de ler, questionar, pensar e preciso estar aberto para novas ideias, pois no campo do conhecimento é tudo mutável e renovado, o que pode ser bom hoje, amanhã já temos dúvida da sua eficiência.

Isso pode ser comprovado sobre o alongamento e o aquecimento antes e depois do exercício físico. Os dois podem ter quase a mesma função porém tem objetivos diferentes. O tema nos dispertam dúvidas e encantamento ao mesmo tempo, o que mostram que nada sabemos sobre eles. O conhecimento é tão vasto e amplo, que se buscarmos apenas um referencial, podemos cair no erro de achar que o alongamento e aquecimento são a mesma coisa ou que os dois previnem lesões ou que devemos fazer os dois antes do exercício físico, então podemos ser taxativos e parcial.

Alongar pra quê? Quais são suas ações no corpo humano? Qual sua função e seu obejtivo real? Será que existe mais de um tipo de alongamento? Qual devo usar? Qual intensidade, frequência e duração? Afinal, pra que serve o aquecimento? Qual sua função? O que eles provocam de alteração no meu corpo? Qual devo escolher alongar ou aquecer? O aquecimento tem variações? E assim vai, quanto mais perguntas maior a probalidade de aumentar meu conhecimento.

Parece muito obvio quando pensamos sobre os dois temas, e ao tentar responder rápido e pelo senso comum, podemos limitar o saber e perderemos a oportunidade de aprofundar no conhecimento. O conhecimento é duradouro e para sempre, isso sim, deve ser feito com cuidado e muita observação para não fazermos conclusões precipitadas.

Conto com você para novas dúvidas, questionamentos e reflexões sobre o tema. Posta aqui embaixo seus comentários e pensamento. Você concorda ou descorda de mim, e porque!

 Referencial:
Será que fazer alongamento é uma boa ideia? Responsabilidade de Autoridade Fitness, 2016.Duração de 5m34s. Acessado em  6 de setembro de 2017.
O que acontece com o seu corpo quando você faz um bom aquecimento. Responsabilidade de Autoridade Fitness, 2016.Duração de 4m37s. Acessado no dia 6 de stembro de 2017.

domingo, 27 de agosto de 2017

Efeito da caminhada no corpo humano



1-Discreto aumento do peso corporal por aumento da massa muscular.
2-Maior duração do trabalho físico antes da exaustão.
3-Fortalecimento dos músculos do sistema respiratório e aumento da capacidade vital.
4-Maior eficiência mecânica nos esforços.
5-Coração mais forte trabalhando menos.
6-Retorno mais rápido da frequência cardíaca e da pressão arterial à normalidade, após o trabalho.
7-Melhora da circulação sanguinea.
8-Menor concentração de ácido lático no sangue para uma determinada carga de trabalho.
9-Menor número de movimentos mecânicos para uma dada tarefa.
10-Menor concentração do sistema nervoso para execusão de determinada tarefa.

Referencial:
Efeitos do exercìcio fìsico no corpo humano. Disponìvel em <http://edfisicaativa.blogspot.com.br/2009/05/efeitos-do-exercicio-fisico-no-corpo.html>. Acessado em 27 de agosto de 2017
Benefício da corrida - legendado. Resposabilidade de Jeferson Bonacina.  Duração 3m09s. Disponìvel em <https://youtu.be/md10htxoQGk>. Acessado em 27 de agosto de 2017.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

VÍDEO QUE AUXILIA NA PRODUÇÃO DO TRABALHO ESCOLAR

video

Este vídeo foi retirado o youtube, com o título "Dicas para fazer trabalhos escolares", com duração de 5 minutos e 53 segundos. Foi publicado pela autora Victoria Bonna, no dia 19 de setembro de 2016.

O objetivo deste vídeo é auxiliar os estudantes do ensino básico a estruturar o seu trabalho escolar sobre qualquer tema e para qualquer disciplina, identificando as normas da ABNT para sua estruturação do seu trabalho sem muita dificuldade ou estranheza. 

Apenas quero alertar sobre o site www.soeducacaoafisica.com.br, que a autora indica que existe para todas as disciplinas, por exemplo, www.somatematica.com.br. O site indicado para a educação física direciona para outro site de curso e não de produção acadêmica e pode conter vírus. Cuidado. Porém, o google acadêmico, que eu não conhecia, realmente é muito bom. Vale a pena dar uma olhada. 

Outro alerta é que a autora do vídeo dá dicas de como montar seu trabalho. Dicas não é a regra propriamente dita. As dicas são para você entender melhor as normas e regras da ABNT e não para ser seguidas sem questionamento e apenas "ctrl+c e ctrl+v". Então, utilize os textos abaixo que estão com as normas da ABNT corretamente para não ter problemas na hora da entrega do trabalho. 

Contudo, é um vídeo bem legal, com uma linguagem simples e informal, que pode auxiliar na hora dos estudos. 

Se você tem algum vídeo ou alguma dica para esclarecer sobre este tema, "Orientações para Trabalho escolar", comente, faça sua sugestão, critique os pontos positivos e negativos, curta, coloque as suas dúvidas e suas contribuições para este blog possa melhorar sempre. 

Super beijo. ✌👍💕😗

COMO É FÁCIL FAZER UM TRABALHO ESCOLAR!

video

      
Neste vídeo mostra as etapas de como não fazer um trabalho escolar. É um vídeo fictício, não é real, então, qualquer semelhança com a nossa realidade, é pura coincidência. 

Mas é um vídeo divertido, descontraído e bem engraçado. Dedico este vídeo aos meus alunos, a todos que se identificarem, ou que acharam engraçado. Posso dizer que até lembrei um pouco de mim quando estava na escola. 

Então, curte aí o vídeo sem pressa e faça seu comentário. 
      
Este vídeo foi retirado do youtube:
ETAPAS DE UM TRABALHO. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=W7UGIum3-Ms>. Publicado em novembro de 2015.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

ORIENTAÇÕES PARA O TRABALHO ESCOLAR

Na maioria das instituições acadêmicas como universidades, escolas técnicas, colégios, faculdades, centro de ensino, os mais diversos tipos de trabalho devem seguir uma série de padronizações que devem ser definidas e normalmente são indicadas nas regras existentes da ABNT.

As normas da ABNT para trabalhos escolares são relacionadas para dar base para a execução de um trabalho escolar, trabalho acadêmico, TCC , e muitos outros e servem para manter um tipo de padrão, com o mesmo tamanho de letras, fontes, espaçamentos, etc. Desta forma o conteúdo dos trabalhos são sempre os mais importantes, mas a capa deve seguir o padrão que acaba ajudando a conseguir uma nota mais elevada.

O QUE SÃO NORMAS DA ABNT?

As normas asseguram as características desejáveis de produtos e serviços, como qualidade, segurança, confiabilidade, eficiência, bem como respeito ambiental. Quando os produtos e serviços atendem as expectativas é demonstrado a preocupação em atender as normas que visam qualidade e justiça entre os produtos e serviços. Quando os produtos se mostram de má qualidade, não se encaixam, são incompatíveis com equipamentos já existente, não são confiáveis ou são perigosos e pode causar prejuízo financeiro e acadêmico. Alguns exemplo de aplicação das Normas da ABNT está escola nos trabalhos escolares ou nas dimensões das torneiras do banheiros, até na sinalização de transito com os símbolos normalizados fornecem avisos de perigo e informações através das fronteiras linguísticas.

Exemplo de quem se beneficia é o planeta que habitamos, as normas sobre a qualidade do ar, da água e dos solos, sobre as emissões de gases e de radiação e sobre os aspectos ambientais de produtos, podem contribuir para os esforços em preservar o meio ambiente. Outro exemplo são os consumidores, a conformidade dos produtos e serviços de acordo com as normas oferece garantias sobre sua qualidade, segurança e confiabilidade.

COMO ESTRUTURAR UM TRABALHO ESCOLAR COM QUALIDADE?

Para preparar um bom trabalho é preciso cumprir bem algumas etapas, como a pesquisa, a preparação, a redação e a apresentação. A seguir, mostramos um passo – a – passo para organizar cada uma dessas etapas. Normas para a realização de trabalhos escolares:

Primeiro passo: a pesquisa sobre o tema
O texto do trabalho escolar é um conjunto de informações que podem ter procedências variadas. Portanto, antes de começar a escrever, é preciso pesquisar o tema em várias fontes, como livros, jornais, revistas e internet. Não ficar refém ou extrair informações exclusivamente da internet. É melhor iniciar a pesquisa com o material existente em casa ou na biblioteca da sua escola.

Seleção de informações
Feita a pesquisa, é hora de selecionar os dados por meio de uma leitura mais atenta. A triagem é necessária para que sejam descartadas as informações repetitivas ou que não acrescentem nada ao tema ou informações que não são compreendidas e precisam de mais pesquisa.

Fonte confiável
A seleção de informações deve levar em conta a confiabilidade da fonte. Por isso, é importante compara as informações em mais de uma fonte. É possível verificar, por exemplo, se um mesmo fato foi trata o do mesmo jeito por dois jornais diferentes.

Livros, jornais e revistas.
Verifique quando foram escritos, os livros e as enciclopédias podem conter informações desatualizadas ou conceitos ultrapassados. Jornais e revistas, são voas fontes de consultas para assuntos que exija atualidade de informações. Sempre procure fazer a pesquisa em mais de um jornal ou revista.

Internet
É um grande banco de dados em que computadores ligados entre si e ao mundo inteiro podem trocar informações. Se você não possui acesso à internet em sua casa, verifique se é possível utilizar os computadores da biblioteca da sua escola ou da sua cidade. Lembre-se a internet é somente mais uma fonte de consulta e pesquise em sites confiáveis.

Segundo passo: a redação
Feita a pesquisa de informações, o próximo passo é escrever o trabalho escolar e organizar sua forma de apresentação. De acordo como trabalho, pode-se incluir imagens (fotos, desenhos, gráficos) para ilustrar tópicos do tema. A ilustração enriquece a apresentação do trabalho.

Dicas para escrever
Cada um tem um estilo próprio de escrever. Mas existem algumas recomendações úteis

a) Quanto ao conteúdo.
Elabore um roteiro do que será escrito, procurando imaginar tópicos ou capítulos.
Organize o material pesquisado, distribua as informações entre as divisões estabelecidas
Procure escrever frases, orações e períodos curtos para facilitar a leitura.
Evite a repetição de informações ao longo do trabalho
O título do trabalho NÃO é o nome da DISCIPLINA
Revisar o trabalho: pontuação, coerência, acentos, letras maiúsculas e minúsculas em início de frases, substantivos próprios, etc.

b) Quanto a forma
Não misturar folhas de desenho, pautadas ou de tamanhos diferentes em um mesmo trabalho. Para folhas de ofício e trabalho digitado, usar tamanho A4 (29,7 cm x 21 cm).

No trabalho manuscrito utilizar folhas de papel almaço e respeite as margens que já vem nas folhas.
O trabalho pode ser digitado na cor preta (100%) ou manuscrito na cor azul (100%).
Quando o trabalho for digitado deve-se utilizar a fonte Arial 12 ou Times New Roman 12, justificado e de preferência com o espaçamento de 1,5 cm entre as linhas.
Faça um trabalho limpo e ordenado. Se for manuscrito, evite o uso de corretores e mantenha um padrão para a letra.
Se o trabalho é feito por mais de um aluno, colocar os nomes em ORDEM ALFABÉTICA.
Respeite as margens ou espaços indicados ao longo de todo o trabalho. Dessa forma, ele fica mais “arejado” e a leitura mais fácil.
Utilize parágrafos dentro de cada tópicos ou capítulos.
Faça a paginação das folhas
Se utilizar imagens, encaixe-as próximas ao texto correspondente e faça uma legenda.
Evite usar cores ou outros recursos gráficos que não acrescentem informações ou dificultem a leitura.

APRESENTAÇÃO DO TRABALHO
Há inúmeras maneiras de apresentar um trabalho escolar. Tanto é verdade que, para um mesmo tema, dificilmente haverá trabalhos iguais em uma sala de aula. Cada um terá suas características visuais, sua capa e sua forma de organização. Alguns elementos, no entanto, devem fazer parte de qualquer trabalho escolar.

A seguir, mostraremos uma forma de apresentação padrão, seguindo as normas da ABNT:
1- Capa
2- Folha de rosto ou contracapa
3- Sumário
4- Introdução
5- Desenvolvimento (utilizar quantas páginas forem necessárias)
6- Considerações finais ou conclusão
7- Bibliografia ou Referencial bibliográfico
8- Anexo


Referencial bibliográfico:


ARCHIVE, Cleo. Normas da ABNT para trabalhos escolares – modelos para imprimir. Disponível em:


Normas e regras. Normas ABNT – regras para TCC e monografias atualizada. Disponível em:
<https://www.normaseregras.com/normas-abnt/>. Acesso no dia 21 de abril de 2015.

Portal da Educação, Referências bibliográficas tiradas na Internet: como colocar no trabalho?. Disponível em:

TCC monografia e artigos. Formatação de trabalhos acadêmicos pelas regras e normas padrão. Disponível em:

Slide Share, Orientação trabalho escolar. Disponível em:
<https://pt.slideshare.net/Sirlei13/orientacao-trabalho-escolar>. Acesso no dia 17 de maio de 2015.

Autora deste artigo:
Batista, Mirna Moreira

sexta-feira, 2 de junho de 2017

COMO FAZER UM TRABALHO DA ESCOLAR!

O que é pesquisa?

Segundo Marcos Bagno, em seu livro Pesquisa na Escola:
Pesquisa é uma palavra que veio do espanhol. Este por sua vez, herdou-a do latim. Havia em latim o verbo perquiro, que significava “procurar; busca com cuidado; procurar por toda a parte; informar-se; inquirir; perguntar; indagar bem, aprofundar na busca”. O particípio passado desse verbo latino era perquisitum. Por alguma lei da fonética histórica, o primeiro R se transformou em S na passagem do latim para o espanhol, dando o verbo pesquisar que conhecemos hoje. Perceba que os significados desse verbo em latim insistem na ideia de uma busca feita com cuidado e profundidade.

              Pesquisar, então, consiste em uma busca cautelosa sobre algum assunto e, a partir das informações colhidas, construir um texto inédito. Portanto, copiar parágrafos de um livro, site ou qualquer outra referência, bem como usar uma ideia de um autor e apenas trocar as palavras por sinônimos são considerados PLÁGIO, prática considerada crime, de acordo com a Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências.
Você já fez algum trabalho assim? Então está na hora de mudar!

Como fazer um pesquisa, então?

            Existem inúmeros métodos de pesquisa. Aqui vamos nos ater a um deles, que é o fichamento. Basta seguir os passos a seguir:
  1. Escolha uma fonte confiável;
  2. Leia o texto e sublinhe as informações importante (APENAS as informações importantes; sublinhar todo o texto não ajuda, muito pelo contrário);
  3. Escreva a referência da fonte no topo da ficha;
  4. Anote as informações importantes na ficha correspondente — pode ser em forma de itens. Importante: não reproduza partes do texto na ficha.
  5. Procure outras três fontes e faça o mesmo.
            Quanto maior a quantidade de fontes consultadas, mais confiável torna-se a pesquisa, pois os dados confirmam-se e provam que são verdadeiros, que não se trata de uma informação falsa ou incorreta.
Para as pesquisas em sala de aula estabelecerei, no mínimo, 3 fontes consultadas, ou seja, 3 fichas. Essas fichas ajudarão você a produzir um texto inédito.

Como analisar os dados?

             Para iniciar um texto de sua autoria, que é o produto final da sua pesquisa, é preciso analisar os dados das fichas, comparando uns com os outros: se há informações que se repetem, se há informações divergentes, se alguma traz um dado novo, etc. Quando os dados repetem-se, é bem provável que sejam verdadeiros e, portanto, podem ser usados na sua pesquisa. Quando há informações divergentes, ou seja, que não conferem, como por exemplo algum ano, algum fato que está fora de ordem, deve-se consultar outras fontes confiáveis para tirar a dúvida. Após analisar os dados é o momento de começar a escrita do seu texto a partir das informações que você coletou nas fichas.
               Assim é bem mais fácil, não é mesmo?

O que é uma fonte confiável?

           Ao longo dessa leitura, você deve ter reparado na quantidade de vezes que foi utilizada a palavra confiável logo após a palavra fonte, correto? Pois bem, nada adianta fazer uma pesquisa se usamos dados ou informações inventadas, não é mesmo? As fontes confiáveis são assinadas por algum especialista da área. Todos podemos criar um blog sobre algum tema, mas só quem tem o conhecimento sobre o assunto é que poderá fornecer uma informação que se pode confiar.
          Geralmente, nos sites específicos sobre Educação Física, por exemplo, há a assinatura de quem escreveu e, inclusive, às vezes indica a sua formação na área — Graduado em Educação Física pela Universidade X, por exemplo, o que dá credibilidade ao seu trabalho.
Anotar sempre a fonte bibliográfica ajuda nos futuros trabalhos. Se o fonte é confiável, você poderá recorrer a ela sempre que tiver dúvida. Citar a fonte no trabalho escola demonstra que você realizou algumas ou muitas leituras para depois realizar o seu trabalho final.

Procedimentos iniciais do aluno:
  • Selecionar as fontes que vai consultar;
  • Leia o material pesquisado várias vezes, faça um resumo destacando as principais informações levantadas e escreva um texto com suas próprias palavras;
  • Examinar os títulos e fazer anotações sobre o que o interessa;
  • Organizar as anotações, em função do roteiro estabelecido;
  • Construir seu próprio texto; redigir;
  • Ilustrar a matéria produzida, fazendo suas próprias ilustrações ou selecionando-as de materiais prontos;
  • Enriquecer o trabalho com mapas, gráficos, reportagens e entrevistas, se for o caso.
  • Cuidado com a redação do trabalho. Faça sempre uma correção com o propósito de corrigir erros ortográficos e gramaticais;
  • Não transforme seu trabalho numa simples cópia de livros ou sites. Usando deste artifício, além de você não aprender nada, ainda corre o risco de tirar uma nota baixa.

Fonte bibliográfica:
http://www.lendo.org/como-fazer-trabalho-escolar/, acessado em 22 de abril de 2014
http://www.suapesquisa.com/trabalho_escolar.htm, acessado em 21 de abril de 2014.
https://novaescola.org.br/conteudo/2568/como-fazer-uma-boa-busca-na-internet, acessado em 20 de abril de 2014.